segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Ganhou Mais Não Levou.


Globo/Agnews

Há 11 anos, Gugu Liberato leiloou, no programa "Domingo Legal" (SBT), uma sunga que teria sido utilizada por Thiago Lacerda na encenação da peça "A Paixão de Cristo”. Thiago abriu um processo, e o apresentador e o programa foram condenados em 2009 a pagar uma indenização de R$ 550 mil. O ator, no entanto, ainda não recebeu o valor. "Ganhei o processo, mas nunca recebi o dinheiro. Esse problema judicial já está rolando há 11 anos e até hoje não chegou ao fim. Não preciso desse dinheiro, só processei o apresentador porque fui desrespeitado. Eles inventaram uma mentira. Aquela sunga não era minha e eles usaram meu nome. Isso é um pequeno reflexo da impunidade que impera no Brasil", disse Thiago, à coluna "Retratos da Vida", do jornal "Extra".
"As pessoas fazem e falam o que querem e escapam sem grandes consequências. Isso é uma coisa que me deixa muito aborrecido e frustrado", disse o ator, que atualmente vive o personagem Lúcio, em "A Vida da Gente" (Globo).
O artista tem para receber, ainda, outra indenização, de R$ 100 mil, de um processo que venceu contra uma confecção de jeans que usou sua imagem sem autorização.
Se receber os valores, Thiago afirma que vai doá-los a instituições.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Revelações explosivas de um ex-membro da sociedade secreta que controla a sua vida.

Erro 404: Eu já fui um Iluminatti

Revelações explosivas de um ex-membro da sociedade secreta que controla a sua vida.
A partir do momento em que este texto for publicado, minha vida corre perigo. Ponderei muito antes de desabafar e revelar algumas verdades que você nem imagina. Mas estou cansado de ver dia após dia tantas pessoas servindo como massa de manobra para uma minoria absoluta.
A Nova Ordem Mundial está em formação. Você não significa nada para nós, é apenas um peão em meio a nosso tabuleiro particular chamado mundo. Condicionamos você a usar os nossos produtos e a se encantar com as tecnologias que criamos, tudo para que você seja controlado em cada um dos seus passos e possa agir da maneira que for mais conveniente para nós.

Nós temos todas as respostas


Nosso maior salto até agora foi controlar a maneira como você pensa. Ou melhor, a maneira como você acha que pensa. Se você tiver alguma dúvida, sobre qualquer assunto, a quem você vai recorrer? Ao Google, provavelmente. O buscador mais usado no planeta tem todas as respostas que você precisa, ordenadas da maneira que nós queremos que você julgue relevante.
A “googlelização” de tudo foi um de nossos primeiros programas de condicionamento. Nosso propósito era prever o comportamento de cada um de vocês, fazendo com que o pensar se tornasse algo secundário, missão cumprida com sucesso pelos Iluminatti.
Aliás, uma curiosidade: você sabia que as duas letras “o” da palavra Google simbolizam um par de olhos em constante observação do seu comportamento? Estivemos de olho em você o tempo todo, mas você nem se deu conta disso. Admiro a maneira ingênua como vocês se comportam.

O livro dos tolos


O que você está fazendo? Apenas o Google não é o suficiente para que possamos manter o controle sobre você. Por isso, o estimulamos a nos contar de hora em hora tudo aquilo que está acontecendo em sua manipulada vida. Assim, criamos as redes sociais e os microblogs. Colocamos em suas mãos as ferramentas para que você ache que pode fazer o que quiser.
De hora em hora você nos avisa, via Twitter, tudo aquilo que está acontecendo em sua vida primária. “Vou tomar banho”; “vou almoçar no restaurante da esquina”; “estou pensando em fulano”. Não importa o que você esteja fazendo, estamos de olho em você, monitorando a sua vida.
As suas fotos, a maneira como você se diverte e tudo mais o que você faz, controlamos por meio do livro dos tolos, que vocês popularmente conhecem como Facebook. Nele temos informações atualizadas de boa parte da população mundial. Devo confessar que essa é uma das formas mais eficientes de controle que criamos até hoje. E vocês ainda se divertem, não é o máximo, tolos?

O fruto proibido

(Fonte da imagem: Apple)
A Apple é o maior exemplo de condicionamento de massas que conseguimos criar até o momento. A começar pelo nome da empresa, utilizamos como símbolo o fruto proibido para instigar você a ter um produto diferenciado em suas mãos. Mas certamente vocês nem perceberam isso, de tão encantados que ficam com as nossas tecnologias mágicas.
Contudo, nosso plano mais ambicioso até então foi o da “morte” de Steve Jobs. Sim, Steve está vivo e é um dos nossos membros mais ativos e inteligentes. Sete dias depois de anunciarmos a morte dele, chegou ao mercado a nossa ferramenta de controle chamada iPhone 4S. No smartphone, instalamos dois dispositivos: o Find My Friends e o Siri.
O primeiro dispensa explicações: sabemos onde você está sem que você precise fazer nada, basta estar com o seu celular no bolso. Não queremos perdê-lo de vista, vai que você começa a ter ideias anárquicas ou socialistas por aí, é melhor não facilitar. Já o Siri é, sem dúvida, um golpe de mestre.
Siri nada mais é do que uma sigla para “Steve is resting inside”, algo como “Steve descansa aqui dentro”. Como eu já disse, Steve Jobs não morreu. Uma de nossas mentes mais iluminadas, Jobs foi convidado a deixar a vida pueril e assumir a Grande Central de Comando. A partir de lá, ele tem acesso, em tempo real, a todos os diálogos feitos com os iPhones.
Você acha que está conversando com o Siri, mas na verdade está conversando com nossa Grande Central de Comando. Temos centenas de atendentes treinados para respondê-lo da maneira mais conveniente possível para nós. Com sorte você poderá um dia até mesmo ouvir do próprio Steve uma resposta para as suas perguntas fúteis.

E você ainda não acredita

(Fonte da imagem: HAARP)
Aposto que você chegou até esse ponto da leitura e continua cético com relação a tudo que eu disse. Continue assim, é exatamente isso que queremos. É tudo tão óbvio, todas as respostas estão na sua frente, mas ainda assim você não é capaz de enxergar e compreender. Para isso contamos com a ajuda de um projeto bastante eficiente, que permite também o controle mental sobre a população.
O nome dele é HAARP, algo que você já deve ter ouvido falar, mas nem se preocupou. Utilizamos uma mescla de ondas de rádio com frequências sonoras para manipular a mente coletiva dos cidadãos, fazendo com que vocês defendam a todo custo suas vidas ilusórias e julguem os nossos projetos como “meras teorias conspiratórias”.

E vem mais por aí

(Fonte da imagem: Divulgação)
Apesar de termos o controle sobre você, ainda queremos mais. Temos algumas ideias em mente como o RG com chip, que permitiria monitorar todos os cidadãos, mesmo aqueles que não têm aparelho nenhum em mãos. Internamente chamamos esse projeto de “a marca das bestas”. Temos certeza que você vai aceitar isso sem maiores restrições, afinal vamos prometer informatização, controle e agilidade em troca da sua liberdade.
Também não queremos que você tenha o trabalho de enviar os seus dados para nós a todo instante. Nossa nova plataforma de controle em expansão se chama “computação nas nuvens”. Na prática, oferecemos um espaço virtual gratuito para você em troca dos seus dados mais confidenciais. Obviamente você vai aceitar, sem pensar duas vezes.
Por conta das revelações que você leu acima, devo ser eliminado muito em breve. Fiz minha parte e esclareci os mistérios ocultos para vocês. Eu sei que provavelmente vocês não irão acreditar e vão dizer que tudo o que eu falei se resume a teorias conspiratórias sem sentido, mas a escolha é de vocês. Quer continuar sendo manipulado? O azar é só seu, minha marionete!
.....
Atenção: este artigo faz parte do quadro Erro 404, publicado semanalmente às sextas-feiras, cujo objetivo é fornecer um texto descontraído aos leitores do Baixaki. Qualquer semelhança com a realidade é meramente coincidência!

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/erro-404/15539-erro-404-eu-ja-fui-um-iluminatti.htm#ixzz1elHtqTow

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

EM RESPOSTA À REPORTAGEM DO DOMINGO ESPETACULAR, PASTOR SILAS MALAFAIA AFIRMA QUE UNIVERSAL INVESTIU R$ 1 BILHÃO NA RECORD PARA A GLÓRIA DE SATANÁS

Em resposta à reportagem do Domingo Espetacular, Pastor Silas Malafaia afirma que Universal investiu R$ 1 bilhão na Record para a glória de satanás
Em resposta à matéria exibida pela TV Record sobre o fenômeno "cair no espírito", o Pastor Silas Malafaia postou um vídeo no site Verdade Gospel, em que critica “a nova palhaçada do Edir Macedo”.
Silas começa sua fala citando a carta do Apóstolo Paulo aos Coríntios, quando ele proíbe os irmãos de interagirem “com aqueles que se dizem irmãos mas tem atitudes de ímpios”. 
Referindo-se às críticas da reportagem do programa Domingo Espetacular, que veiculou depoimentos de pessoas que disseram ir à reuniões e cultos pentecostais e não terem sentido nada nos momentos do “cair no espírito”, Malafaia afimou: “Quanta gente já fez fogueira santa, corrente dos 318, arruda, e não aconteceu nada? Quanta gente lá na Universal participou de campanhas e nunca aconteceu nada?”
“Não to aqui pra falar mal de igrejas, porque lá na Universal tem gente salva, que teme a Deus”, disse Malafaia, que numa menção aos crentes da Igreja de Beréia, que consultavam as escrituras em cada situação disse que “você não pode engolir o que um líder fala, porque ele não é absoluto”.
O Pastor Silas Malafaia afirmou na sequência que a emissora do Bispo Edir Macedo foi comprada com dinheiro dos fiéis. “A Record foi comprada com dinheiro de dízimos e ofertas. Nos últimos quatro anos a Universal investiu mais de R$ 1 bilhão na Record, para que ela crescesse, fosse grande. Agora me diz: quando foi que você viu na Rede Record, em horário nobre, às 22h00, uma programação para exaltar a Deus?”, questiona Malafaia.
Do ponto de vista do Pastor, a atitude da emissora pode ter sido um tiro no pé dos líderes da IURD: “Eles ridicularizam o movimento pentecostal, mas vão acabar sendo atingidos de tão trouxas que são”.
“O que é que tem nessa TV? Lascívia, homossexualismo, adultério, prostituição, safadeza, roubalheira, mau-caratismo… Esses caras estão loucos!”, esbraveja Silas Malafaia.
Inconformado com a reportagem, ele se dirige aos fiéis da IURD questionando o destino dos dízimos e ofertas: “Como você pode dar dízimos e ofertas num lugar que o dinheiro está sendo usado para fazer uma TV para profanar? Como pode uma igreja ter uma emissora de televisão para a glória de Satanás?
Segundo Malafaia, Edir Macedo tomou essa atitude para evitar que os fiéis da Universal não saiam da denominação. “Ele fez isso porque está desesperado. Tá com medo de perder o povo dele para as igrejas neo-pentecostais. Macedo não é inocente”, encerra o Pastor Silas.
Assista ao vídeo na íntegra:

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Pastor Marco Feliciano comenta sobre reportagem exibida pela R7 no Domingo Espetacular

Foto/Imagem Pastor Marco Feliciano comenta sobre reportagem exibida pela R7 no Domingo Espetacular Noticia Religião
O programa deu continuidade a um ataque do bispo contra o Movimento Pentecostal no Brasil. Edir Macedo havia criticado os pentecostais no dia 8 de setembro, quando publicou no seu blog vídeos em que faz comparações do Movimento Pentecostal com um Centro Espírita.
A reportagem da Record gerou indignação de muitos evangélicos. Pastores, cantores, professores de teologia e mesmo não evangélicos criticaram a transmissão da Record por abordar um tema religioso.
O pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança, fez comparações entre os ritos da igreja Universal e as práticas na igreja Católica. Ele ainda comentou que “rejeita o cai-cai como prática pentecostal, mas não reconheço o bispo Macedo como autoridade espiritual, moral e ética para o que fez”, comentou o pastor Vagens.
Para o pastor Ciro Zibordi, autor de “Erros que os pregadores devem evitar”, os argumentos bíblicos utilizados para defender o cair no espírito, são argumentos irracionais, fora do contexto bíblico. Mas o pastor Ciro diz que “não se pode limitar o poder de Deus, claro que ele pode derrubar uma pessoa, mas isso não pode ser uma condição para o manifestar do Espírito Santo”.
O correspondente Michael Caceres entrevistou o pastor Marco Feliciano e a psicóloga Marisa Lobo. Para o pastor Marco Feliciano “A rede Record está desesperada por audiência e a igreja Universal por membros” comentou o pastor. “Eles estão em decadência”.
“A IURD vive um tempo de decadência. Eles ganham almas mas Não são hospital, são pronto socorro. Após se converterem lá as pessoas vem para o Pentecostalismo, que tem uma resposta carismática com devoção bíblica e crença no sobrenatural, disse Marco Feliciano.
Leia a entrevista com o pastor Marco Feliciano na integra:
Michael Caceres – O senhor assistiu o programa?
Marco Feliciano – Não. Ainda não assisti, mas sei que foi semelhante ao que o Edir publicou no blog. Eu respondi a crítica dele em um vídeo.
Michael Caceres – Eles voltaram a mostrar aquele episódio dos Gideões, em que o senhor está pregando. Disseram que tinha um homem no púlpito que ficou assustado com a cena. O senhor acha que o bispo Edir Macedo está tentando ridiculariza-lo?
Marco Feliciano – No vídeo eu não faço nada. É o moço que sai rodando. Eu já respondi ao Edir Macedo quando recebi o vídeo que ele me enviou do blog. Vou ser mais pragmático. Ele Não quer só ridicularizar ele quer criar duvida na mente do povo simples e humilde.
Michael Caceres – Já debateu pessoalmente com o Macedo? Qual sua posição quanto ao líder da Universal?
Marco Feliciano – Nunca até porque eu sempre o admirei. Creio na fé que ele prega, que Deus atende sacrifícios. Mas agora estou com ojeriza, repulsa, nojo mesmo. Pois ele fere uma multidão de pessoas que oraram por ele e contribuíram para comprar essa emissora que agora presta esse desserviço a fé brasileira.
Michael Caceres – Eles usaram a “Teologia de Toronto” pra tentar ter base para as críticas ao Movimento Pentecostal, fizeram até uma entrevista com o fundador. Acredita que o povo está vendo esta tentativa do Edir em ridicularizar o pentecoste?
Marco Feliciano – E a teologia mística e sincrética deles? Catolicismo com água benta, umbanda com sal grosso? O q esperar de um líder que aprova o aborto, fala publicamente que bebe socialmente e agora chama de demônio uma obra feita pelo Espirito? Vou orar por ele, ficou cego!
Já para a psicóloga Marisa Lobo, apesar da “histeria coletiva apresentada na reportagem da Record, o corpo se não tiver subordinado ao Espírito, de qualquer forma haverá apenas uma emoção, sem nada de espiritual”, comentou a psicóloga.
Leia trechos da entrevista:
Michael Caceres – Doutora Marisa, a senhor foi uma das primeiras a criticar a Record logo que passou a transmissão da reportagem. Para a senhora é possível uma pessoa ser induzida a um estado de transe a ponto de perder o controle do corpo por conta da emoção?
Marisa Lobo – A forma como alguns pastores, muitas vezes usam e mexem com o emocional das massas, gera uma catarse, e pode sim promover uma histeria coletiva. Isso se dá de diversas formas por causa de sentimentos, personalidades, principalmente em mulheres. Temos que ter cuidado para saber discernir o que pode ser apelação daquilo que é realmente espriritual. Muitas manifestações são extremamente atrais, e isso é um fato, a responsabilidade disso é nossa também, pois esperamos coisas de Deus que não são bíblicas. A verdadeira revelação de Deus está na Palavra. Se lêssemos à Bíblia, como a carregamos, saberíamos discernir se estas manifestações são teatrais ou se são espirituais.
Michael Caceres – Então a senhora acredita que pode haver manifestação espiritual e sugestão psicológica?
Marisa Lobo – Alguns pastores sabem bem como promover, alimentar esse descontrole emocional, e como causar a sugestão psicológica, que é uma manifestação, e não unção de Deus. Como também existe o manifestar do Espírito Santo, mas ainda assim, sujeito a subordinação do corpo.
Michael Caceres – Então existe exageros? Pode haver uma sugestão psicológica e não o manifestar do Espírito Santo?
Marisa Lobo – Nenhum pastor pentecostal sensato concorda com os exageros e não deixam de manifestar sua indignação, principalmente os pentecostais, sabem que existem sim, os aproveitadores e lutam e repudiam, não são alienados. Como psicóloga eu tenho que reconhecer que existe os dois lados e que estas manifestações devem ser profundamente avaliadas

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Caio Fabio critica o Pastor Silas Malafaia e o Apóstolo Estevam Hernandes: “eu quero que eles se arrependam”

Caio Fabio critica o Pastor Silas Malafaia e o Apóstolo Estevam Hernandes: “eu quero que eles se arrependam”

Caio Fabio critica o Pastor Silas Malafaia e o Apóstolo Estevam Hernandes: “eu quero que eles se arrependam”
O Pastor Caio Fábio afirmou em um programa de televisão que os grandes líderes evangélicos precisam voltar ao evangelho. “Eu não tenho inimizade com ninguém. O meu desejo é que todo mundo venha para a simplicidade do evangelho”, afirma Caio Fábio.
No vídeo disponível no Youtube, o Pastor relata encontros que teve com líderes evangélicos, entre eles, Bispo Rodovalho, Pastor Silas Malafaia, Apóstolo Estevam e Bispa Sônia Hernandes.
Citando o Pastor Silas Malafaia, Caio Fábio afirma que o conheceu quando “ele tinha 18 anos, dirigia uma Kombi, empolgado com o evangelho” e que hoje em dia, Malafaia virou “essa raposa”, criticando fortemente o envolvimento de Silas com o Pastor Morris Cerullo. Para exemplificar sua crítica, Caio Fábio apresentou um vídeo onde Malafaia pede aos fiéis que façam uma oferta especial no valor de seu aluguel ou prestação da casa própria. “Eu choro, me dá uma angústia… uma agonia”, conta Caio Fábio.
“Enquanto eu não vejo a pessoa dar fruto de arrependimento e continuar pregando as mesmas coisas, ensinando as mesmas mazelas, enganando as pessoas do mesmo jeito, por mais condoído que esteja meu coração, antes me importa obedecer a Deus do que os homens”, afirma Caio Fábio. Ele ressalta que seu grande sonho é ver esses grandes líderes, que conheceu tempos atrás, desistindo “dessa loucura”, em referência às estratégias que são adotadas para atrair fiéis. “Eu quero que eles se arrependam!”, finaliza o Pastor Caio Fábio.
Assista ao vídeo:

Padre é preso em flagrante por abusar sexualmente de criança de 7 anos

Um padre de 51 anos foi preso em flagrante em um clube de campo sob suspeita de abusar sexualmente de uma menina de sete anos neste domingo (6), em Londrina, no Paraná. De acordo com a Polícia Civil, o religioso negou o crime e justificou que estava apenas “brincando” com a garota na piscina quando ficou excitado. “Os populares estranharam a presença do homem muito próxima da criança e chamaram o segurança. Após constatar o abuso, o religioso foi agredido por familiares e preso em flagrante pela Polícia Militar (PM)”, contou o delegado Márcio Vinícius Ferreira Amaro. Segundo a arquidiocese de Londrina, o padre estava afastado do ministério sacerdotal e trabalhava em um seminário desde 2010. O religioso responderá por estupro de vulnerável e, caso seja condenado, poderá cumprir pena de oito a quinze anos de prisão. Informações do G1.